contato@liderica.com.br

Empreendedora, você tem Medo do Sucesso?

“Como assim?” Você deve estar se perguntando.

Porque para uma empreendedora, o medo mais óbvio é o medo do fracasso, certo?

              Porém, o Medo do Sucesso é tão real e mais pernicioso do que o tão conhecido Medo do Fracasso. Exatamente porque é mais difícil de ser detectado e possui mecanismos mais sofisticados para se manifestar por meio do nosso comportamento. Quando estamos com Medo do Fracasso, na maioria das vezes, o “Não” é o nosso maior companheiro, a procrastinação ou a impossibilidade de ação e de escolha se tornam evidentes.

              Mas o Medo do Sucesso, como se manifesta?

              Sigmund Freud utilizou uma passagem bíblica para nomear essa condição: a Síndrome de Jonas. Jonas foi convocado por Deus para uma missão muito importante, mas o seu medo de ser bem-sucedido e ser reconhecido por tal o fez fugir e se isolar. Por conta de se negar a obedecer aos desígnios de Deus, sofreu vários castigos até se redimir e cumprir o que lhe foi reservado, obtendo, assim, o sucesso tão temido. Freud relacionou o medo do êxito e do sucesso ao sentimento de culpa de sermos melhores do que nossos pais puderam ser. Alguns autores mais recentes, associam o Medo do Sucesso com indivíduos que tiveram pais abusivos e que possuem, enquanto adultos, um sentimento extremo de não serem merecedores de coisas boas. E, neste sentido, o Sucesso seria um equívoco.

              Assim, essa condição relacionada ao sentimento de não merecimento (independente da causa) é o que hoje conhecemos como a Síndrome do Impostor. Isso mesmo, o medo do sucesso ou Síndrome do Impostor é a convicção que o indivíduo tem de que seu êxito é um engano e que, se obter sucesso, corre o risco de ser desmascarado e humilhado.

Tanto a Síndrome de Jonas como a Síndrome do impostor acarretam grande sofrimento e, já de maneira comprovada, ao adoecimento físico e emocional.

              Quais os mecanismos que usamos inconscientemente quando sofremos com o Medo do Sucesso ou Síndrome do Impostor?

O mais conhecido é a Procrastinação. Pois se não realizo o que preciso para a conclusão de determinada tarefa, o sucesso não tem como acontecer.  

Outro mecanismo é a Auto Sabotagem, que pode ocorrer de infinitas maneiras: o pensamento negativo predominante, a percepção de que não tenho nada que aprender com as pessoas ou ocasiões. Ou, quando o sucesso se torna eminente, a tarefa a ser concluída é abandonada de repente. O isolamento, a preguiça, o orgulho, ações sem planejamento ou caóticas e a busca de soluções ideais ou mágicas. Agradar em demasia os outros e esquecer das suas prioridades e desejos, cometer pequenos erros que parecem inocentes, mas não permitem que a tarefa reflita o seu verdadeiro potencial, estabelecer uma rotina que dificilmente você conseguirá dar conta.  

Ou seja, a auto sabotagem é um conjunto de comportamentos autodestrutivos que repetimos constantemente e que nos impedem de rompermos com crenças que possuímos, bloqueando o nosso crescimento ou sucesso: “não consigo fazer isso”, “não sou boa o bastante”, “preciso das condições ideias para realizar o que sou capaz”, “não consigo fazer isso porque nunca tenho a colaboração das pessoas”, “Sei que não vão gostar do meu produto”, “este lugar e estas pessoas não estão a minha altura”…

E como enfrentar o Medo do Sucesso e, por consequência, eliminar a auto sabotagem?

A busca de Autoconhecimento é a única maneira de você entender o porquê de se considerar uma pessoa não merecedora de sucesso. E hoje há vários caminhos para atingir esse fim: Terapias com bons profissionais, meditação e até mesmo o desenvolvimento de uma religiosidade ou espiritualidade. Estar em grupos de pessoas que possuem objetivos semelhantes ao seus é também uma excelente opção.

No campo do empreendedorismo, há o trabalho com Coachings e Mentores que podem ajudar nesse processo de busca de autoconhecimento. De acordo com a coach Priscila Pizzolante Liske, que está a frente da Clari Desenvolvimento, existem técnicas no processo de Coach que permitem identificar quais ganhos secundários que obtemos ao permanecer longe do sucesso. Por exemplo, nos manter na zona de conforto, pode ser um desses grandes ganhos. Ou, o que eu recebo quando ainda não tenho êxito e que atenção e cuidado ainda são voltados a mim neste momento de “fracasso”. Ainda de acordo com Priscila Liske, também devemos conseguir identificar o que temos medo de perder quando o sucesso chegar. Assim, começamos a mapear as “[…] medidas que nos levam a estancar, mas que não são necessariamente conscientes”.  

Aqui, o que vale ressaltar é que, independente do caminho escolhido, é preciso buscar maneiras de sair do isolamento e trazer a luz esse medo. Pois há muito tempo é sabido que o Medo se torna cada vez maior quando não é encarado, quando tentamos colocá-lo para debaixo do tapete. E torna-se um aliado, porque sim, sentir medo pode ser uma coisa boa, quando o compreendemos e conseguimos dar nome a ele.  

Mas, independente do caminho que você escolha para adquirir Autoconhecimento, a primeira coisa que você precisa saber é que você tem a capacidade de realizar aquilo que deseja e que merece ter sucesso por isso: pelo simples direito que você tem de ser você mesma!! Então, seja feliz!

 

Leia Mais  Ela teve salão, faliu e hoje ganha R$ 300 mil com unhas

Texto de autoria de Christiani Tironi, Doutora em Psicologia que, depois de 15 anos como Psicóloga, mudou de profissão e hoje é a Idealizadora e Fundadora da Bolos em Arte! www.bolosemarte.com.br ; Instagram e Facebook: @bolos.em.arte.

Com a colaboração de Priscila Pizzolante Liske, formada em Administração de Empresas pela EAESP -FGV, com 22 anos de carreira e há pelo menos 11 anos atuando diretamente em Treinamentos, Worshops, Mentoria e processos de Coaching voltados para pessoas e empresas. Fundadora e Idealizadora da Clari-desenvolvimento! www.claridesenvolvimento.com.br , Instagram: @claridesenvolvimento

 

Lidérica

Nossa Missão é acolher, conectar e desenvolver mulheres empreendedoras em seus negócios e projetos pessoais através de uma rede de apoio online e presencial.

 

{ Sabedoria da Semana }

Quem está online

Não há usuários online neste momento

Vamos juntas!

X